domingo, 11 de setembro de 2016

"Essa vontade de estar perto, se longe
ou estar mais perto, se perto...
(...)
Nunca fujas de mim.
Sem ti, sou nada.
Sou coisa sem razão, jogada, pedra rolada.
Orfeu menos Eurídice: coisa incompreensível!
A existência sem ti é como olhar para um relógio
Só com os ponteiros dos minutos.
Tu és a hora, és o que dá sentido
E direção ao tempo"

Vinícius de Moraes
Monólogo de Orfeu

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

"Na cabeça vem aquele verso... sobre o meu novo universo..."

Num é, passarinho?


domingo, 28 de agosto de 2016

Baobás!!!
Ah, queridos baobás...


segunda-feira, 25 de julho de 2016

...fazer o seu jantar, dormir no seu sofá...
Sempre!

E com uma boa canção a inundar a casa
=)

Canção pra quando você voltar

Leoni / Herbert Viana

Quando o sol de cada dia entrar
Chamando por você
Querendo te acordar
Vai ter sempre alguém pra receber

Dizer pra esperar
Você já vai chegar
Alguém pra olhar a casa
E alguém que regue seu jardim

Até você voltar
E como é normal acontecer
Se num entardecer
A dor te visitar

Vai ter sempre alguém pra socorrer
Fazer o seu jantar
Dormir no seu sofá
Enquanto a noite passa por mim

Eu rego o seu jardim
Você já vai voltar

terça-feira, 19 de julho de 2016

Os pinguinhos no para-brisa
Parecem pequenas sardas
Sardas sorridentes

Mas dentro em breve
Apenas escorrem...
Como lágrimas de saudade...

Até que o limpador
Me faz despertar
Das lembranças de minhas dores

Das doces lembranças
de meus sorrisos
que também chegam sem avisar

sábado, 16 de julho de 2016

sexta-feira, 15 de julho de 2016

E a imensidão absurda do conhecimento sempre a surpreender...

quinta-feira, 14 de julho de 2016

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Não importa o quanto o dia tenha sido puxado... Quando se tem o aconchego de um lar, tudo faz sentido... =)

domingo, 10 de julho de 2016

"Quando um recém-nascido aperta com sua pequena mão, pela primeira vez,o dedo do seu pai, este fica preso para sempre."

Gabriel García Márquez

sábado, 9 de julho de 2016

E nos embalos de uma semana corrida, num tempinho de sossego, não poderia haver filme mais propício. Rapsódia em Agosto. Silêncio e mansidão que aquecem o coração. Algumas reflexões sobre a brutalidade da guerra e a esperança no ser humano... Que essa serenidade perdure!


domingo, 3 de julho de 2016

E o sábado começou com esse gostinho de paixão =)

Somente nela
(Paulinho Moska)
Estar apaixonado é uma coisa louca
Que alguém lhe causa e você mal dorme
Se perto desse alguém a eternidade é pouca
Distante, cada instante é um tempo enorme

Estar apaixonado é mesmo uma doença

Que alguém lhe passa e você mal come
Tão só nessa pessoa você pensa
Enquanto a outra a fome o consome

Tava tremendo, com febre, com frio
A estremecer de amor por causa dela
Corria em minha espinha um arrepio
Eu nem pensava em mim, somente nela

Eu ria e chorava um rio
Nunca uma dor foi tão bela
Por dias, noites e horas a fio
Eu nem pensava em mim, somente nela

Estar apaixonado é parecer um ser ridículo
E não estar, com isso, nem aí
Você se sente solto e livre dentro de um cubículo
Tal como eu me sentia bem ali

Tava tremendo, com febre, com frio
A estremecer de amor por causa dela
Corria em minha espinha um arrepio
Eu nem pensava em mim, somente nela

Eu ria e chorava um rio
Mas nunca uma dor foi tão bela
Por dias, noites e horas a fio
Eu nem pensava em mim, somente nela


sexta-feira, 1 de julho de 2016

A madrugada se aproxima
Duncan canta cheia de simplicidade
A brisa que invade o quarto é quase um carinho
Denguinho...

quinta-feira, 30 de junho de 2016


"... e a cabeça fria e o coração queimando..."

Orquestra Contemporânea de Olinda

E que seja sempre assim!


quarta-feira, 29 de junho de 2016

E, de repente, em meio a tanta ciência, ando com saudades de poesia...

domingo, 31 de agosto de 2014

Porque, de repente, tudo muda...

domingo, 6 de janeiro de 2013

Dá vontade de abraçar... abraço de dois braços enlaçados e esquecer do tempo, da vida...

sábado, 5 de janeiro de 2013



- Deus? Eu não creio em Deus...
- Não importa, Ele crê em você.
 
do filme O Conde de Monte Cristo

domingo, 30 de dezembro de 2012

2012 se despede... Acabo de fazer (pela primeira vez) uma lista de planos para o novo ano que se aproxima... Coração cheio de fé e gratidão! Pelos dias vividos cheios de saúde, conquistas, aprendizado e amor...
Venha 2013, com todas estas suas promessas de sonhos e bênçãos...

segunda-feira, 21 de maio de 2012



Mais uma vez, os campos de cana-de-açucar florescem... E no balançar do vento, o silêncio parece se derramar... Sobre eles e sobre mim... Anunciando o começo de um novo ciclo...

domingo, 1 de janeiro de 2012

Seja bem-vindo, 2012! Os sonhos nos esperam...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

"Vou olhar os caminhos, o que mais tiver coração, eu sigo."




Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

"Quem acredita sempre alcança..."


Renato Russo



Fazendo coro, numa corrente de esperança e fé...

sábado, 10 de dezembro de 2011



Outro dia, atravessando a Ponte do Paiva, descobri enfim porque não gosto de óculos escuros: prefiro ver o fundo sem películas... E poder captá-lo em todas as suas cores...

domingo, 2 de outubro de 2011

Abrindo um antigo caderno

Foi que eu descobri

Antigamente eu era eterno


Paulo Leminski



A nostalgia com um sorriso nos lábios, não é Leminski?

terça-feira, 30 de agosto de 2011





Respeitar sempre! As diferenças... As condições... E as convicções...



quarta-feira, 24 de agosto de 2011

É curioso... O corre-corre ofusca a sensibilidade. E os sentidos. As pessoas não param e portanto não percebem que o nosso fim de tarde é um dos mais belos... A temperatua cai, Recife e Olinda são tomados pela brisa que vem do mar, e a luz brilha nas águas do Capibaribe e do Oceano costeiro. Cruzar uma de nossas pontes nesse horário, com a vista do prédios antigos em perfeita harmonia com os modernos, ouvindo boa música e tendo as águas prateadas espalhando beleza, é um presente da natureza... É quase um milagre.
"A medida de amar é amar sem medida
Velocidade máxima permitida"

Engenheiros do Hawaii


"Saiba que os poetas como os cegos
Podem ver na escuridão
E eis que, menos sábios do que antes
Os seus lábios ofegantes
Hão de se entregar assim"

Chico Buarque

Na mais bela coletânea de todos os tempos... Que de tão precisa é quase um filme...

segunda-feira, 22 de agosto de 2011




"A SAUDADE é um parafuso

que quando a rosca cai

só entra se for torcendo

porque batendo não vai.

Mas quando enferruja dentro

nem distorcendo sai."



Raul Seixas

quinta-feira, 18 de agosto de 2011



"Vou acender as estrelas só pra te receber"


Mais uma de Marcelo Jeneci, mas que eu tomo emprestado... E faço minha...

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Li agorinha...

Num desses e-mails que circulam na net, alguém tentou explicar o significado de "FAMILY"...

F A M I L Y:
"Father And Mother I Love You" (Papai e Mamãe, eu os amo)






=)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011





"Um ato de fé extremo na bondade das pessoas."

do filme A Corrente do Bem



Todos deviam, ao menos uma vez na vida, assisti-lo. Numa tarde sossegada e com o coração aberto... Quem sabe não pensaríamos mais no que de fato faz sentido...

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

"Então o amor e a amizade são isso.
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser laço."

Mário Quintana




Eu sempre tenho a sensação que fico devendo alguns agradecimentos a Quintana...

segunda-feira, 8 de agosto de 2011





Fazendo minhas as palavras do trabalho lindo do Ivan...


sábado, 6 de agosto de 2011




‎"Wabi sabi é a expressão que os japoneses inventaram para definir a beleza que mora nas coisas imperfeitas e incompletas. O termo é quase que intraduzível. Na verdade, wabi sabi é um jeito de 'ver' as coisas através de uma ótica de simplicidade, naturalidade e aceitação da realidade."




Autor desconhecido

(Cultura oriental)




Descoberto numa tarde de sábado nos caminhos da internet... Ah, se todos pudéssemos, pelo menos algumas vezes enxergar essa beleza das coisas imperfeitas e incompletas... De todas as coisas que nos cercam... Os sorrisos seriam inevitáveis...